.

.

.

.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

TAPEROÁ: De obras paralisadas a sumiço de secretária, moradores imprimem sentimento de revolta

Os moradores do município de Taperoá, no Baixo Sul do estado, estão utilizando redes sociais e meios de comunicação para explanar a revolta com o prefeito Rosival Lopes (DEM). Segundo os queixosos as principais situações que entristecem a população são:
– Sumiço da secretária de Saúde, Aline Muniz, por mais de uma semana da cidade. Inclusive vereadores procuraram a biomédica e não encontraram;
– Telhado da Feira Livre municipal em estado de completo abandono, podendo ceder a qualquer momento;
– Contratos com familiares de ocupantes de cargos políticos do governo;
– Obras de calçamento paralisadas;
– Falta de pagamento aos credores da Secretaria Municipal da Infraestrutura;
– Transporte escolar em estado considerado decadente pela população.
Vice-prefeito denuncia
O vice -prefeito Ticiano Mattos (PDT) é quem tem feito denuncias da gestão de Lopes, e pedido providências nas redes sociais. Esta semana ele exibiu o quadro de receitas do município, e segundo ele existe dinheiro par quitação de diversos débitos, porém o gestor não se organiza para dar rumo a cidade que tinha status de Capital do Guaraná.
“É um absurdo. Decadência repetida em Taperoá. Não sei para onde vamos, isso me entristece profundamente”, lamentou Mattos em ligação com o jornalista Wellingthon Anunpciação. 
Fonte: livre noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário